[Resenha] Amyr Klink – Não há tempo a perder, em depoimento a Isa Pessoa – Tordesilhas

Amyr-Klink-capa-frontalTítulo: Amyr Klink – Não há tempo a perder

  9788584190461
16 x 23 cm
216
Editora: Tordesilhas
Cortesia da editora
(cinco estrelinhas)
Sinopse:
AMYR KLINK lembra de momentos difíceis que passou, para realizar seus planos, e garante que as crises podem nos motivar. Em seu novo livro, NÃO HÁ TEMPO A PERDER, o maior navegador do Atlântico Sul evoca sua experiência para demonstrar como os projetos mais complexos podem ser realizados, se você se comprometer a destrinchar cada etapa. E trabalhar duro, ter resiliência. O obstinado homem do mar lembra da infância em Paraty, da adolescência, das vitórias e erros que já cometeu – garantindo que a pressão pode ser um estímulo para sobrevivermos. Este é um livro sobre a escassez, o medo, e a nossa misteriosa capacidade de realizar nossos sonhos.
Resenha:

Depois de ler Não há tempo a perder cheguei à conclusão de que  ideias absurdas podem sim se tornar possíveis e que  persistir vale todo o esforço no final.

Conhecer o relato desse homem até então desconhecido para mim, foi além de apenas ler mais uma biografia. Foi uma aventura emocionante de força e perseverança…. Acho que pouco se fala da cultura náutica no Brasil. E depois de ler este livro, percebi que estamos perdendo muito sobre essas incríveis excursões marítimas.

Amyr é palestrante, escritor e navegador. Fez mais de 40 viagens para Antártica de veleiro, barcos e navios pequenos. Um navegar apaixonado pelo mar e aventuras radicais.

Neste livro com relatos pra lá de emocionantes e desafiadores e revelações surpreendentes dos seus fracassos  Amyr vai tecendo depoimentos que nos prende já nas primeiras páginas.

Além de suas aventuras marítimas, Amyr nos conta sobre as dificuldades que teve quando surgiu a ideia de construir seu primeiro barco. Fala de seus medos e da importância do tempo e não perdê-lo. Sempre agir e buscar soluções simples, realizar, começando e concluindo. E sempre nos lembra que a crise é um motivo a mais para não desistir e lutar.

Um livro inquietante, que nos tira da zona de conforto e nos faz questionar as tantas vezes que deixamos de realizar algo que realmente poderia nos fazer feliz, de projetos engavetados, de sonhos deixados de lado por acharmos impossível. O medo do desconhecido que muitas vezes nos faz retroceder.

Não há tempo a perder é muito mais que uma biografia, é um sinal de que vale a pena insistir, resistir e no final ter a satisfação de ter concluído e vivido cada momento como se fosse o último.

A edição está incrível, além dos relatos emocionantes, contamos com lindas fotografias de locais, rotas e embarcações, além da intimidade da família de Amyr em suas aventuras.

Recomendo.

 

 

Avaliação da obra
Data da avaliação
Minha nota:
51star1star1star1star1star

Comente aqui... Agradecemos sua participação!