[RESENHA] Não quero um amor meia-boca, de Ricardo Coiro – Editora Schoba

Título: Não quero um amor meia-boca

Autor: Ricardo Coiro

Páginas: 154

Editora: Schoba

Gênero: Crônicas

Skoob

Compre Aqui

Sinopse (Skoob): O segundo livro do Ricardo Coiro com textos inéditos. Não se engane! Além de livro, é vale-esperança no amor, flor que brotou em meio à guerra, adoçante de almas amargas e colo para os dias em que você estiver achando tudo demasiadamente áspero.

RESENHA

Quando a gente é adolescente, sente que sofre por amor mais do que qualquer outra pessoa que já tenha existido. Isso porque nossos sentimentos tendem a estar mais a flor da pele e nos sentimos, de certa forma, muito mais intensos. Não, eu não sou psicóloga. Estou bem longe disso, mas já fui adolescente. E é exatamente por isso que eu sinto, hoje, por não ter podido contar com um livro tão fantástico quanto “Não quero um amor meia-boca”, de Ricardo Coiro, nesta época.

No entanto, devo dizer que o amontoado de contos e crônicas não serve somente para a fase da adolescência, como por toda vida. Coiro trata do tema ‘amor’ com respeito e extrema atenção. Este tão belo sentimento se torna, em sua escrita agradabilíssima, ainda mais profundo.

São textos de leitura simples, mas prazerosos que nos fazem parar e refletir sobre o real sentido do amor. Longe de tratar sobre relacionamentos perfeitos, por justamente saber que eles não existam, Coiro prefere falar sobre os esforços necessários que cada pessoa de propõe para que o relacionamento amoroso cresça e de desenvolva de forma satisfatória para ambas as partes.

Curioso que o título da primeira crônica também seja o mesmo usado para finalizar o livro. Acredito eu que Coiro tenha feito aí, entre as crônicas, uma “amarração” perfeita, que relatam todas as fases de um relacionamento, desde o início, agradável, gostoso e que nos deixa com friozinho na barriga até o trágico fim, em que a frustração e a raiva tomam conta da maioria de nós.

Um livro que vale a pena ser lido, relido e usado como reflexão pessoal. Com uma diagramação, escrita e edição impecáveis à sua maneira.

Avaliação da obra
Data da avaliação
Minha nota:
51star1star1star1star1star

Comente aqui... Agradecemos sua participação!