[Resenha] Fascínio Egípcio 2, de Luciane Vieira Z – Modo Editora

Fascínio Egípcio 2 - Escrev'ArteTítulo: Fascínio Egípcio – Livro 2

Autora: Luciane Vieira Z

Editora: Modo

Páginas: 381

Gênero: Romance

Fonte: Participação em book tour

Skoob

Sinopse: “Após os nefastos acontecimentos que abalaram o Egito, o país se encontra em meio a uma guerra. O Faraó, muito debilitado, não tem condições de liderar o exército.
As ameaças de Rui fazem a princesa reagir. Ela se vê obrigada a levar seu filho pequeno à guerra. Suas preocupações ficam divididas entre a segurança de Horus e o que ouviu do deus Amon sobre Zeq. Procurando o sentido das palavras de Amon, ela se torna sua devota, assim a outrora descrente princesa agora coloca todas as suas esperanças no deus obscuro, crendo que de alguma forma ele venha a cumprir suas promessa e lhe devolva seu marido.
No decorrer da história, Naia é manipulada, Armais tem que aprender a lidar com o poder, o segredo do Faraó vem à tona e a princesa tem o esperado encontro com o sedutor deus Amon.”

RESENHA

No final de 2014 recebi o livro Fascínio Egípcio através da participação de um Booktour e gostei muito de ter participado, porque o livro se apresentou uma grata surpresa, com enredo bem elaborado, situações tensas e um uma boa dose de suspense que emprestou ao romance egípcio uma dinamicidade que me fez ler avidamente toda a obra. Muito me alegra dizer que a sequência apresenta a mesma qualidade de escrita que citei anteriormente, a autora sabe bem o que faz quando se propõe a escrever!

Agora, Naia está mais madura. Ainda tem os rompantes que a caracterizaram na primeira história, mas é uma mulher agora. As dores que viveu, o desaparecimento do corpo de Zeq e as imposições do faraó a transformam e levam o leitor a sofrer com ela e a corroborar em suas decisões, nem sempre fáceis.

É um tanto difícil comentar sobre a história sem soltar spoilers, porque o livro todo é repleto de emoções e de reviravoltas que só lendo mesmo para acompanhar… Em alguns momentos o que se sucederá parece um tanto previsível, mas a forma com que ocorrem é bastante única e envolvente.

Luciane continua escrevendo de forma sublime. As passagens que apresentam características do antigo Egito demonstram claramente que houve uma pesquisa intensa sobre os costumes daquele povo, e mostra que Luciane adora esta cultura tão peculiar. Ao mesmo tempo, descrições na medida certa e diálogos fluídos completam a sensação de um livro extremamente cuidadoso e bem feito. Eu gostaria de continuar lendo os escritos de Luciane!

Nesta história, além do grande amor que permeia todas as páginas e direciona os acontecimentos mais fortes, existe uma inserção bastante presente de uma relação entre o mundo dos vivos e dos mortos. Para os egípcios, a vida não acaba na morte do corpo físico, e as pessoas merecedoras passam a viver no Amenti, que é como se fosse uma nova vida espiritual. Embora a história no princípio se foque claramente aos costumes do Egito e aos sentimentos dos personagens, em determinado ponto a relação entre os vivos e os espírito dos mortos passa a ditar as regras dos acontecimentos e o foco passa a ser este. Eu particularmente gosto muito de livros espíritas e da doutrina espírita. Porém como a história de Naia, Zeq, Armais e demais personagens possuía, desde o primeiro livro, um foco diferente, esta mudança de perspectiva me incomodou um pouco… Neste ponto, durante dezenas de páginas, a influenciação dos espíritos se tornou o ápice da obra e, no meu ver, tirou um pouco o brilho do romance e dos sentimentos dos personagens, que davam o tom da história até então.

Enfim, mesmo não gostando muito desta vertente que a história tomou, não é possível dizer que a história seja ruim ou mal escrita. de forma alguma. É um livro excepcional, que prende o leitor, cheio se sensações e emoções. As reviravoltas são emocionantes, os desfechos tiram lágrimas dos olhos, o final atende às expectativas dos leitores e leitoras apaixonadas, habituados aos clássicos romances. Sem dúvida alguma, um livro que merece ser lido!

 

Comente aqui... Agradecemos sua participação!