[News] Conheça o livro “Veneno de Rato”, de Arislane Straioto

Nina vem de uma família conservadora e decidiu quebrar todos os paradigmas para estudar engenharia e realizar um antigo sonho: ser astronauta. Foi quando seu caminho se cruzou com o de um garçom problemático e suicida que fugiu de um lar destruído para viver sozinho.

Uma história que poderia não dar em absolutamente nada, mas que, nas mãos da escritora Arislane Straioto, virou um romance de arrebatar. Ao se envolver com a personagem principal, o garçom Gabriel decide sair de seu casulo e mostrar quem realmente é. Veneno de Rato está disponível na Amazon, basta clicar neste link!

Ficha técnica

CAPA4wattpadTítulo: Veneno de Rato

Autora: Arislane Straioto

Número de páginas: 158

Compre aqui

Sinopse: O que acontece quando um garçom problemático e suicida encontra uma estudante aspirante a astronauta? T U D O .
Nina é uma dedicada estudante de Engenharia e aspirante a astronauta. Vinda de uma família conservadora, que tinha outros planos para ela, luta cotidianamente com as expectativas dos outros quanto aos rumos de sua vida, enquanto tenta não perder a motivação com relação aos próprios sonhos. Sem realmente conseguir se entrosar com os colegas de curso e com as companheiras de república, divide as vinte e quatro horas do seu dia entre aulas, estudos, monitorias pelas quais recebe algum dinheiro e suas corridas matinais. Ao invés de dormir, trabalha em seu projeto de mestrado, que pretende cursar na Rússia. Entretanto, quando a pressão é demais, faz o mesmo que quase todo mundo: enfia o pé na jaca. E, nisso, Gabriel é mestre.
Ao final das aulas de seu penúltimo ano de faculdade, a história de Nina se cruza com a de Gabriel, um garçom introspectivo, suicida e meio punk, que é atormentado por visões de um fantasma que tenta matá-lo. Tendo saído de um lar destruído para morar sozinho na cidade grande, aos dezesseis anos, nunca teve expectativas quanto ao futuro. Quando começa a se envolver com Nina, finalmente decide sair do casulo em que se escondia há tempos.

Comente aqui... Agradecemos sua participação!