Resenha | O Estranho Mistério das Quartas-Feiras, de Julia Bourdeau [por Nadja Moreno]

Título: O Estranho Mistério as Quartas-Feiras
Autora: Julia Bourdeau
Editora: Jangada
Páginas: 248
Skoob
Avaliação: 

O vilarejo de Max é absolutamente normal em todos os sentidos e em todos os dias da semana… exceto às quartas-feiras. A maioria dos habitantes tranca portas e janelas para se esconder das muitas coisas estranhas que acontecem nesses dias, coisas como gatos presos dentro do aspirador de pó, bolos de aniversário que pegam fogo ou escorregões com desfechos catastróficos. E Max, de 10 anos de idade, não gosta de ficar trancado em casa. Inquieto e curioso, ele quebra todas as regras do vilarejo e sai à procura da causa de todas essas esquisitices das quartas-feiras. O que ele descobre é um segredo tão bizarro e sobrenatural que sua vida jamais será a mesma. O próprio Max nunca mais será o mesmo! De repente, os acidentes inexplicáveis tão comuns às quartas-feiras passam a acontecer com ele também às quintas, às sextas e até mesmo aos sábados! O que aconteceu com Max? E, mais importante, será que existe uma cura para esse estranho mistério das quartas-feiras? Mistério, magia, monstros perigosos e outras bizarrices você encontra aos montes nesta história fantástica de um garoto que quer desesperadamente que sua vida volte ao normal!

Max mora em um vilarejo cheio de mistérios. Todas as Quartas-feiras coisas estranhas acontecem, obrigando todos os moradores a se refugiarem dentro de suas casas. Ninguém sai. Ninguém ousa sequer olhar por uma fresta na janela. Exceto Max, claro. Max não se contenta em ficar em casa todas as semanas, sem saber o que está acontecendo lá fora. Mesmo diante do risco que todos temem, ele quer sair às ruas.

Rapidamente o leitor percebe que não é apenas coincidência as coisas teimarem em dar errado nas Quartas-feiras. Existe mesmo algo lá fora, que gera acontecimentos que podemos chamar de azar. E o pior: se o morador tiver contato com este azar, pega a “quarta-feirite”, que podemos entender como um azar crônico, que acompanha o “doente” mesmo nos demais dias da semana, não somente nas Quartas-feiras. Max sai, é claro. E as aventuras que vive lá fora o deixam com quarta-feirite, é claro. E o causam mais danos do que ele poderia imaginar. Agora ele precisa correr contra o tempo, literalmente, para conseguir se livrar das consequências.
Este livro é delicioso de se ler. Li em algumas poucas horas, sem nenhuma pausa. É preciso saber o que acontece em seguida e a trama envolve. É um livro para adolescentes, mas aposto que pessoas de todas as idades vão se deliciar com ele. Tem mistério, tem suspense, tem algumas boas risadas e personagens cativantes.
Max é o típico garoto acelerado e inquieto. Extremamente curioso. Seu melhor amigo, Noah, me fez lembrar dos amigos gordinhos e de carinha bondosa que vemos em desenhos, sempre amigos fiéis do personagem principal. Gemma é a garota popular e descolada. Não chega a ser amiga de Max, mas colabora muito em sua empreitada, como toda garota descolada que se preze. O irmãozinho de Max é descrito como um bebê chato, babão e chorão, que toma toda a tenção de sua mãe. Lembra as impressões de algum pré-adolescente que tem um irmãozinho mais novo? Sim, de todos. Realmente a autora se preocupou em passar as impressões dos garotos e garotas da idade de Max. Além destes personagens, chamam a atenção os dois adultos: o parapsicólogo maluco Dr.Conke Smoak, e o ex-soldado sr.Grimsrud. Adorei os dois e creio que as crianças e adolescentes sempre enxergam um ou outro adulto como maluco mesmo. 
A única coisa que me incomodou um pouco no livro foi o fato de não ser explicado em momento algum o porquê daqueles seres surgirem, por que aquele vilarejo viva aquela esquisitice? Quais as origens desta “maldição”? As coisas começam, acontecem e terminam sem explicação alguma. O final deixa um gancho imenso para uma continuação. Espero que realmente aconteça, e que seja logo. 😉

Recomendo a leitura!

Este livro foi cedido pela Editora para esta resenha.

14 comments

  1. Ola! Não conhecia o livro mas achei bem intrigante e envolto de mistérios!

    Adorei seu blog! Conheci vocês através do blog Sou Bibliófila da Delmara ^^
    Já estou seguindo vocês, se quiser conhecer o meu cantinho também sera
    super bem vinda!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

  2. Mesmo sendo infantil, o livro parece ser bem legal.
    Espero que seja bem escrito.
    No momento estou afim de ler algum romance, algo mais triste, sei la, haha, portando, fica pra próxima…
    bjs

  3. Adorei conhecer o livro! Gosto de livros infanto-juvenis e esse parece ser bem divertido e cheio de mistérios. Só não curti muito o fato da história não explicar o porquê dos fatos estranhos. Espero que tenha uma continuação!

    Beijos!!

  4. Me interessei um pouco por esse livro desde o lançamento, parece ser mesmo um infanto-juvenil bem gostoso de se ler. Não sabia que era uma série, a continuação já tem alguma data pra ser lançada?

Comente aqui... Agradecemos sua participação!